expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Acerola

Acerola

Nome científico: Malpighia emarginata e  malpighia glabra.

Sinônimos: Cerejeira-do-pará, cerejeira-de-barbados e cerejeira-das-antilhas.


    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Variedades: Existem muitas variedades da espécie, sendo as principais delas: Manoa Sweet e Rubi-tropical (doces), Rainha do havaí (ácida) e Jumboa-vermelho (frutos grandes que variam do vermelho-cereja ao vermelho púrpura).

Características: É uma árvore com média de altura de 3 metros, bastante esgalhada, com galhos até se entrelaçando, folhas simples, na maioria das espécies, verde-brilhantes. Frutos redondos que podem variar de 2 a 4 centímetros de diâmetro, dependendo da variedade.

Ambiente: Gostam de clima quente, solos férteis, bem drenados.

Luminosidade: Intensa. Melhor cultivar em sol pleno.




    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Como plantar: Adquira mudas de boa procedência ou faça você mesmo suas mudas através de sementes ou estaquia. Faça uma cova de 40 x 40 centímetros, introduza a muda e complete com uma mistura de terra comum, carvão vegetal, capim seco e esterco de curral ou compostagem. Regue em abundância. Pode ser cultivada, para quem tem pouco espaço, em vasos.

Adubação: Pode ser feita semestralmente, usando-se, de preferência, adubos orgânicos. Afofe a terra ao redor, na circunferência da copa, espalhe o adubo e regue. Pode-se usar também adubos químicos, desde que seja obedecida a dosagem recomendada pelo fabricante. Esses adubos quando mal manipulados podem acabar "queimando" sua planta.

Nível de cultivo: Fácil.

Bom cultivo para o leitor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário