expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 31 de março de 2016

Cajá-manga

Cajá-manga

Nome científico: Spondias dulcis  e Spondias cytherea.

Sinônimos: Cajá, cajá-anão e cajarana.


    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Origem: Ilhas da Oceania. Adaptou-se muito bem no Nordeste brasileiro.

Características: É uma árvore de até 15 metros de altura, bastante esgalhada, densamente folhada, com folhas inteiras, imparipenadas, opostas, ovadas, verde-brilhantes. Flores pequenas, frutos ovais, com cerca de 7 centímetros, com pouca polpa, porém saborosos. Frutifica nos meses de janeiro a março.

Tipo de solo: Gosta de solos férteis, firmes, bem drenados.

Luminosidade: Sol pleno.

Multiplicação: Por sementes. Leva entre 15 e 45 dias para germinar.



    Foto: Maria do Carmo Silva


Plantio: A muda fica pronta para plantio cerca de 6 meses após a germinação. Faça uma cova de 60 x 60 x 60 centímetros. Ponha a muda e complete com uma mistura de terra comum, carvão vegetal e esterco de curral ou compostagem. Gegue em abundância durante uma semana. Depois vá diminuindo a rega gradativamente até a completa adaptação. Leva, em média, 6 anos para a primeira frutificação.

Adubação: Use a adubação orgânica com esterco de curral ou compostagem de três em três meses nos três primeiros  anos e de uas vezes por ano a partir daí.

Ótimo cultivo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário